Casamentos no Litoral Norte

Sonho de muitas noivas, sobretudo, durante o verão, casar na praia tendo o mar como pano de fundo tem tudo para se tornar uma experiência inesquecível, mas para isso precisa ser muito bem planejado.
 
Assim como o casamento tradicional, realizado na igreja, no salão de festas ou no cartório, o local da cerimônia - ao contrário do que muita gente imagina - também precisa ser reservado com antecedência. Por isso, é imprescindível que os noivos solicitem junto à Secretaria da Fazenda Municipal a licença para utilizar o espaço. “Nesta hora, é preciso comparecer à prefeitura da cidade e apresentar uma cópia do RG e CPF, um croqui da área onde será realizada a união, além de informações básicas, como endereço do local, data e horário de início e término do evento”
 
Normalmente, a prefeitura do município exige a assinatura de um termo de compromisso com o meio ambiente e o público, que atribui ao organizador da festa a responsabilidade de limpar adequadamente o local depois do evento, proibindo a distribuição de objetos que possam comprometer o ecossistema da região e o sossego público, assim como a emissão de ruídos superiores a 45 decibéis a 15 metros da área reservada.
 
Se tomarmos como exemplo o litoral norte de São Paulo, a autorização está levando, em média, 15 dias para ser concedida.
 
Antes disso, no entanto, é fundamental acertar na escolha do cenário para o enlace matrimonial. As praias mais recomendadas são as que ficam afastadas do centro da cidade e cercadas por montanhas, rochas, morros ou mata, por oferecerem mais privacidade. “Também é importante investir na montagem de tendas e coberturas para abrigar os convidados em caso de chuva e protegê-los das correntes de ventos”
 
Fundamental para o sucesso da cerimônia, o traje usado pelos noivos e convidados também precisa ser escolhido com bastante cuidado. Geralmente, as roupas leves são as mais adequadas. No caso do noivo e dos padrinhos, a dica é optar por um look social com colete, mas sem paletó e gravata. Já as madrinhas, podem usar peças estampadas e coloridas para que haja um contraste com o vestido branco da noiva, que deve seguir, preferencialmente, os modelos “reto” e “grego”, sem pedrarias e rendas.
 
Mais à vontade, os espectadores da boda têm a liberdade de investir em bermudas, camisas, sapatênis, saias, blusinhas, vestidos na altura do joelho e rasteirinhas. Contudo, é fundamental que os noivos indiquem no convite o tipo de traje desejado, pois a maioria dos convidados tende a ficar com dúvidas em relação ao que vestir.
 
Detalhes da festa
Ponto alto de qualquer casamento, a festa nestes casos deve ser feita em um local não muito distante da praia. Para isso, pode-se alugar um imóvel, no qual a parte dos fundos tenha saída para a areia, reservar um quiosque ou restaurante à beira-mar (somente para os convidados) ou procurar por hotéis e pousadas que ofereçam a estrutura física necessária para esse tipo de evento.
 
Quanto ao cardápio, uma boa sugestão é o jantar no estilo finger food (no qual se come com as mãos, sem a necessidade de talheres), por ser leve e fácil de servir. Para o menu, vale a pena investir em frios, frutas, pães e pastas, saladas variadas e pequenas porções individuais feitas à base de frutos do mar para combinar com o ambiente. Em relação às bebidas, sucos de frutas, água de coco, refrigerante, água, cerveja, batidas, caipirinhas, espumante bem gelado e whisky são os mais indicados .